O barbeiro...

Certo dia um florista foi ao barbeiro para cortar seu cabelo. Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:

- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.


O florista ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.

Mais tarde no mesmo dia veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:
- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O padeiro ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.

Naquele terceiro dia veio um deputado para um corte de cabelo. Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:

- Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
O deputado ficou feliz e foi embora.

No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir sua barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar cabelo...

Essa história ilustra bem a grande diferença entre os cidadãos do nosso país e os políticos que o administram.

Uma pergunta: E você, o que acha dos nossos políticos?

9 comentários:

  1. Eles nao existem! Somente partidos, ditando regras encima de figuras carimbadas

    ResponderExcluir
  2. Renata Lagrotta Franco11 de março de 2015 08:41

    Políticos brasileiros são aqueles que inverteram totalmente o sentido de sua missão: o povo está a serviço deles, e não o contrário!

    ResponderExcluir
  3. A grande maioria, uma decepção para mim.

    ResponderExcluir
  4. Eles são exatamente o espelho da sociedade Brasileira. Sim, eles nos representam.

    ResponderExcluir
  5. Reflexo daqueles que os elegem. A maior parte de nós reclama, mas não participa da política. Porque podemos agir na nossa cidade, no nosso bairro, na nossa rua, mas não fazemos porque da trabalho!

    Aí delargamos nossa cidadania aos outros e vivemos a reclamar que não nos salvam... Política não se faz apenas com políticos. Se faz nas pequenas coisas. No condomínio, nos CONSEGS, no orçamento participativo, na reunião da escola, no trabalho voluntário. Política se realiza quando lemos livros e boas revistas. Quando ouvimos os dois lados da história e tomamos uma decisão consciente. Política se faz quando saímos de nós mesmos e deixamos de ser corruptos na hora de pagar impostos, obedecemos às leis de trânsito, e gastamos tempo separando e levando o lixo reciclável.

    Como não fazemos nada disto, nossos políticos são reflexos do que somos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso. Apoiadíssimo. Por isso eu digo que eles (os políticos) são a exata expressão da sociedade.

      Excluir
  6. Não têm vergonha na cara!

    ResponderExcluir
  7. São reflexos da sociedade. Ser grato e uma nobreza, e saber agradecer não e para todos.

    ResponderExcluir
  8. Caro Rámon,

    Só acho que temos de ter cuidado em reforçar essa ideia de que "todo político é corrupto" e que a "política não é lugar pra gente honesta". Isso só afasta os bons dessa atividade tão essencial para a vida pública, faz o desafio de moralizar e fazer política de forma positiva parecer ainda maior.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir