Dia 13/ABR: um mês com o Papa Francisco...

Não quero saber como as coisas se comportam, mas inventar novos comportamentos para elas...
No dia 13/MAR o Papa Francisco, 76 anos, começou o seu ministério petrino. Desde então, assistimos estupefatos a gestos que não estávamos acostumados a ver. Os profundos discursos teológicos de Bento XVI deram lugar aos gestos simples e carinhos do Papa Francisco que, sem necessidade de intérpretes, todos entendiam a apreciavam. Em pouco tempo, ganhou o coração dos romanos e estrangeiros. 

Francisco, o Papa jesuíta e argentino, começou a romper o velho protocolo Vaticano já desde o início, quando apareceu à vista de todos no balcão central da basílica de São Pedro. Anuntio vobis gaudio magnum... Primeiro, a expectativa, só depois a alegria anunciada.

Eis algumas das inovações introduzidas, preocupação constante para a Cúria Romana e felicidade (quase) geral do povo católico:

1. O nome e a procedência. Francisco foi o nome escolhido. Referência àquele santo pobre e dos pobres que deixou louco ao seu pai Pedro Bernardone e encantados os habitantes de Assis. Ninguém esperava que este jesuíta, o único presente no Conclave e vindo da distante Buenos Aires, fosse capaz de começar um estilo novo, mais semelhante ao Evangelho de Jesus do que com a pompa do César romano. Francisco quer uma Igreja pobre e para os pobres.

2. E continuou a viver na casa de hóspedes Santa Marta e não no luxo o apartamento pontifício, onde residiram os pontífices, desde 1903. Francisco disse que é por enquanto, pois assim não ficará tão isolado, e podemos acrescentar nem a mercê dos bajuladores de sempre. O Papa Francisco faz suas refeições com os religiosos que ali se hospedam e suas missas são abertas ao público do Vaticano. A equipe de segurança fica doida!

3. Outra novidade: se coloca primeiro como Bispo de Roma e, depois consequentemente Papa. Esse simples postura ajudará muito mais o ecumenismo que todos desejamos e que se encontrava fazia tempo paralisado. Nada impedirá agora, aos bispos de outras Igrejas pedir carta de comunhão com a Sede Apostólica de Roma, mantendo também suas tradições seculares e até milenárias.

4. As rubricas como o protocolo estão a serviço da caridade. Alguns fariseus se escandalizaram com Jesus e hoje também com Francisco por lavar os pés de duas moças, uma delas muçulmana, no rito da Quinta-feira Santa. Aconteceu no centro de detenção juvenil Casal del Marmo, em Roma.

5. E o trono pontifício? O trono do Papa Francisco não está mais sobre um estrado, mas a altura dos outros presentes. Essa simplicidade é notável também na sua batina, na cruz simples que leva sobre o peito e nos sapatos pretos que sempre usou.

6. O Papa Francisco se parece a nós! O ministério não deve fazer de ninguém um mistério, mas um servidor. Assim, o novo e velho Papa gesticula, beija, abraça e sorri… Deixou de lado papa-móvel e se movimenta, entre os fieis da Praça São Pedro, num jeep aberto e desce para cumprimentar o povo, sobretudo os deficientes. Os serviços de segurança do Vaticano entram em pânico!

7. No dia de hoje, 13/ABR, o Papa Francisco acaba de nomear uma Comissão de Cardeais para aconselhá-lo no governo da Igreja e na Reforma da Cúria Romana: Giuseppe Bertello (Presidente do Governo do Vaticano), Francisco J.Javier Errázuriz (emérito de Santiago/Chile), Oswaldo Gracias (Bomabay/Índia), Reinhard Marx (Munchen/Alemanha), Laurent Monsengwo (Kinshasa/Congo), Sean P. O'Malley (Boston/USA), George Pell (Sidney/Austrália), Oscár R. Madariaga (Tegucigalpa/Honduras), Monsenhoir Marcelo Semeraro (bispo de Albano/Itália - secretário), com reunião já marcada para os dias 1 a 3/OUT, representando todos os continentes. Começou pois a reforma! 

Evidentemente que ainda faltam mudanças substanciais ‘ad intra’: reforma da Cúria Romana (primeiros passos já foram dados), transparência no IOF, nomeação do poderoso Secretário de Estado, liberdade aos teólogos/as, inclusão da mulher em instâncias do poder eclesial, maior respeito à consciência e à diversidade de grupos e pessoas, Colegialidade episcopal, etc. e posicionamentos políticos significativos ‘ad extra’: costurar a paz no mundo, reformular o capitalismo selvagem que marginaliza populações inteiras, lutar pelo meio-ambiente, trabalhar por políticas públicas mais constantes e eficientes, etc.

O balanço neste primeiro mês do Papa Francisco é realmente positivo ou será que eu estou redondamente enganado?

Você gostaria ainda de acrescentar mais alguma coisa?

9 comentários:

  1. Que Deus abençoe nosso papa Francisco e o Espírito santo ilumine seus colaboradores!

    ResponderExcluir
  2. Quiça, um exemplo de cima para baixo surta efeito!

    ResponderExcluir
  3. Que Deus o Ilumine neste grande ministério e abençoe a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, e nossa!
    Meu coração encheu de grande alegria e amor a igreja que amo tanto!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do artigo. Parabéns Pe. Ramón! Que o testemunho do nosso Pastor, cutuque tb o coraçao a vida de todos nós. A frase de Jesus a Francisco de Assis: 'Francisco,reforma a minha Igreja!...' foi perpassando os séculos e atingiu este outro Francisco, totalmente inaciano que já buscou um grupo de outros irmaos de diferentes culturas para estar ao seu lado, ajudando-o no discernimento. Que bonito! Que humildade! Que estimulo para todos nós, para que sejamos de fato comprometidos com Jesus e o seu Reino...

    ResponderExcluir
  5. Gosto de pensar que isso é apenas o que sabemos, seja pela mídia, seja por informações de cardeais, pessoas próximas e pelo Pe. Lombardi. Imagino quantos tantos gestos esse homem, no escondimento da vida cotidiana dentro da cúria, já realizou e o quanto esses gestos já inflamaram os corações das pessoas que o cercam. Realmente, é um saldo positivo pelo que vemos, imagine pelo que desconhecemos!
    Um verdadeiro fogo acendendo outros fogos, e como eu mesmo tive a oportunidade de comprovar, trazendo muitos católicos de volta para "casa".

    ResponderExcluir
  6. De todas essas coisas a que mais me encanta e preocupa é com relação ao ecumenismo... Que nossos irmãos ortodoxos também aceitem mover-se nessa direção! Possivelmente um novo ímpeto missionário nascerá daí! Vida longa ao Papa Francisco!

    Marcelo

    ResponderExcluir
  7. Que Deus abençõe o Papa Francisco nas mudanças que a igreja necessita.

    ResponderExcluir
  8. Passei a noite viajando nem vi a eleição dele, no outro dia de manhã, ouvi alguém falar que já haviam escolhido e era um argentino, justo no ano em que a jornada mundial da juventude será no Brasil kkkk Deus tem mesmo senso de humor rsrsrs até fevereiro quem viria era um alemão..rs Já começa daí a conciliação..rsrs brincadeira...rs
    Bem, la fui eu tentar descobrir quem era, queria que fosse alguém mais novo e tal...aquela velha estória que o que é novo dura mais...como se isso significasse qualidade e como se a gente pudesse prever o futuro...até nisso Deus quis dar lição em nós...rs Bem, o que consegui fui ver uma foto dele estampada na capa do jornal, sorrindo, pronto, de imediato entrou no meu coração como se já estivesse lá desde sempre. Papa muito amado, esse é o primeiro título que ele merece, pois aquele sorriso me fez entender definitivamente, que a alegria em um mundo de tanto sofrimento é um sinal claro do amor e da pureza de Deus. Sei que nem preciso pedir isso, sou uma simples pecadora, mas peço a Deus de todo o meu coração que o abençoe a cada passo, em nome de Jesus Cristo. Amém.

    ResponderExcluir
  9. Um Revolucionário do Bem! hão-de persegui-lo por ser o que é e ir contra os desígnios dos Velhos Lobos instalados no redil de Cristo...Contudo Cristo protege-lo-á seguramente da ferocidade dos cultores do vil metal e do luxo.
    Bem haja!

    RAMOS DE BARROS
    Vila do conde - Portugal

    ResponderExcluir