Puro erotismo espiritual...

Meu Deus eu te busco e não te encontro! Sempre foi assim, desde que a consciência brotou em mim. Desde então, meus olhos te buscaram ansiosamente, mas sempre se distraíram com o que viram... E meus ouvidos? Você sabe que são super-desafinados! Teu silêncio teimosamente se mistura com todos os barulhos existentes, como numa nova Encarnação. Onde estás, como te encontrar?

Minhas mãos se perdem nas apalpadelas que realizam e no pequeno serviço ao irmão. Desse modo meu coração fica inquieto e cansado. E não aguenta, Senhor! Até quando a tua angústia me habitará?

Ao amanhecer eu te procuro, Senhor, mas não te acho; e à tarde não apareces! Quanta decepção num só dia! 

E quando a noite cai e cansado me despojo das minhas vestes e de tantas máscaras usadas, então misteriosamente Tu apareces e me encontras completamente nu. Nada a dizer, nada a fazer, apenas me maravilhar! E o tempo passa, sem passar!

Teu olhar profundo sondou meu corpo e minha alma e ambos reagiram excitados, contemplados por tanta ternura! Tu ainda me amas?

Eu não te entendo, Senhor; me confundes! Onde deverias estar, não te vejo; e se desanimado relaxo, tu gratuitamente apareces... e acendes de novo o meu desejo por Ti!

Eu já percebi que só estremeço diante de Ti!

4 comentários:

  1. Esses dias em casa tivemos um discurso,sobre o que postam no face,com minha filia,e eu disse;vc apenas tem 13 anos,já esta saturada com o que postam no face,procura o que e bom e eu lha garanto que vc vai achar...

    ResponderExcluir
  2. Estremeces ao sentir vida nascer,
    Do mais puro Amor.
    Num instante faz
    a dor adormecer.
    Decantado em verso e audaz
    Como um beija_flor....
    Retira o néctar...
    Sorve D'Ele seu alimento.
    Repousado na solitude do seu leito.
    Despe-se do cansaço.
    Um corpo se delineia na sombra da noite
    Despojado do cotidiano.
    Permite um encontro com o puro...
    Conectados: Alma com o Divino..
    Experimenta suave torpor...
    No chamado do amor
    que agrada a Deus...

    ResponderExcluir
  3. Li e achei super bonito e poético esta abordagem que vc fez de sua relação com o Transcendente...

    ResponderExcluir
  4. Uma canção de amor e de morte pungente e bela. Obrigada, Padre.

    ResponderExcluir