Dia 2/AGO: São Pedro Fabro SJ (1506-1546), apóstolo da Europa...

Todos os meus caminhos me levaram a Deus...

O Papa Francisco canonizou o bem-aventurado Pedro Fabro no dia 17/DEZ/2013. Ele foi o primeiro discípulo de Santo Inácio de Loyola. O Papa, como bom jesuíta, conhecia muito bem a história de santidade deste companheiro de santo Inácio e que, por motivos históricos (supressão da Companhia de Jesus, 1773), sumiram com o seu processo de canonização.  

A prática adotada foi a da canonização “extraordinária”, isto é quando o Papa reconhece a santidade de um servo de Deus baseado na história de sua vida. O Pe. Fabro foi modelo de espiritualidade, de vida sacerdotal e um dos referenciais do Papa Francisco no modo de governar a Igreja, pois privilegiava também a alegria e a misericórdia. 

O Pe. Fabro, pela sua bondade e inteligência, foi modelo de dialogo com todos, incluso com os mais distantes da Igreja. Piedade simples, disponibilidade imediata, discernimento apostólico lhe permitiram aproximar-se fraternalmente de muitas pessoas e tomar decisões inclusivas para todos. 

Fabro nasceu na França, 1506, no seio de uma família camponesa e devota. Aos 19 anos ingressou na Universidade de Paris, compartilhando o quarto com outros dois estudantes que posteriormente também serão santos: Francisco Xavier e Inácio de Loyola. Mais tarde, ele fez os Exercícios Espirituais com Inácio de Loyola, fazendo-se companheiro de apostolado e discípulo. Com o passar do tempo, foi considerado o melhor orientador espiritual que a jovem Companhia de Jesus possuía. 

Fabro foi um missionário itinerante incansável! Francisco Xavier na Índia, Anchieta no Brasil, Fabro na Europa... Excelente amigo, teólogo exímio e homem de Deus. Suas palavras estavam sempre cheias da ternura do Evangelho... 

Fabro morreu em Roma e sua memória é celebrada no dia 2/AGO. 

Em boa hora a Igreja, por meio do Papa Francisco, o reconheceu como santo. O tempo lhe fez justiça para grande alegria nossa.


4 comentários:

  1. Renata Lagrotta Franco18 de dezembro de 2013 02:15

    Encantam-me os registros que falam da extrema disponibilidade, doçura e incrível capacidade de empatia de Pedro Fabro para com aqueles que atendia! Ontem, meu segundo sonho foi realizado: chamar Pedro Fabro de santo, não mais por conta própria. O primeiro sonho foi ter visto Cardeal Bergoglio ser feito Papa.

    ResponderExcluir
  2. Finalmente!! Foi feita a "justiça"... humana! Parabéns à Companhia de Jesus!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a toda Igreja!!!

    ResponderExcluir
  4. chira1938gemail@.com2 de agosto de 2016 09:26

    Pelo que conheço, e é pouco, sempre tenho dele uma sensação que era um homen doce e centrado. Qdo penso en Fabro sinto invadir-me de ternura...

    ResponderExcluir