03/OUT: São Francisco de Borja SJ (1510-1572)...

Renunciar por um amor maior...

Francisco de Borja é uma figura ímpar na lista dos santos; nascido numa família poderosa e rica (era bisneto do Papa Alexandre VI e do rei Fernando II de Aragón, Duque de Gandia, sua cidade natal e Vice-rei da Catalunha...) serviu generosamente o imperador Carlos V de Espanha. Casou com uma nobre portuguesa, Eleonor de Castro Melo e Menezes, e tiveram oito filhos: Carlos, Isabel, João, Álvaro, Fernando, Afonso, Joana e Doroteia.

Como "grande de Espanha", escoltou o corpo da imperatriz Isabel de Portugal, esposa belíssima do Imperador, de Toledo até  Granada, onde seria enterrada. O cortejo real fúnebre foi lento e durou 15 dias. O protocolo exigia que fosse aberto o caixão, para ser reconhecido o cadáver. Quando Borja viu o efeito da morte sobre o corpo daquela que tinha sido uma bela e poderosa mulher, ficou estarrecido e decidiu "nunca mais servir a um senhor que me possa morrer..." Isso aconteceu em 1539.

Em 1546 sua esposa Eleonor morreu e Francisco, após fazer os Exercícios Espirituais, decidiu entrar na recente Companhia de Jesus, distribuindo seus bens e renunciando aos seus títulos em favor de seu primogênito: Carlos. O Papa quis fazê-lo cardeal, o que também ele recusou, preferindo a vida simples de um pregador itinerante jesuíta .

Quase 20 anos depois e aos 55 anos de idade Francisco de Borja foi eleito Superior Geral de todos os jesuítas, na Congregação Geral II1565, sucedendo ao Pe. Diego Laynez, grande teólogo e companheiro de Santo Inácio de Loyola. No seu tempo, foi promulgada a primeira Ratio Studiorum, 1569, método pedagógico para todos os colégios da Companhia de Jesus. Francisco de Borja deu também grande impulso às missões. É do seu tempo a expedição missionária do Pe. Inácio de Azevedo e outros 39 jesuítas mártires, 1570, quando vinham para o Brasil.

Francisco de Borja foi canonizado em 1671.

São Francisco de Borja rogai a Deus pelos nossos políticos, para que sejam mais coerentes com a fé que professam.

Uma pergunta: Você seria capaz de largar tudo por causa do Senhor Jesus?


0 comentários:

Postar um comentário