Lenda da árvore de Natal... (Anônimo)


Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e animais e até as árvores sentiram uma imensa alegria. Do lado de fora do estábulo havia três árvores: uma tamareira, uma oliveira e um pequeno pinheirinho. Todos os dias as pessoas passavam e deixavam presentes ao Menino.

- Nós também Lhe devíamos dar um presente! - disseram as três árvores.

- Eu vou lhe dar minhas tâmaras, para ele se deliciar, saborear e alimentar, disse a tamareira ...

Então a velha oliveira disse:
- E eu vou lhe dar óleo. Óleos perfumados poderão ser feitos a partir do meu fruto... Ele vai gostar!

- E eu, perguntou ansioso o pequeno pinheiro, que poderei lhe oferecer?

- Tu? Os teus ramos são agudos e machucam - disseram as outras duas árvores, tu não tens nada para lhe dar! O pequeno pinheiro ficou muito triste. Que poderei lhe oferecer?... Pensou muito, mas não tinha nada para lhe dar!

Então um anjo, que tinha ouvido a conversa, sentiu pena da arvorezinha que não tinha nada para dar ao Menino. As estrelas brilhavam na escuridão do céu. Então o anjo, muito de mansinho, pegou uma e depois outra, e as trouxe cá, para baixo, e as dependurou nos ramos pontiagudos do pinheiro.

Dentro do estábulo, o Menino acordou. Olhou para as três árvores e de repente nas folhas escuras do pinheiro brilhavam uma multidão de luzinhas resplandecentes...

O Menino Jesus levantou suas mãozinhas e sorriu feliz para o pinheirinho carregado de tantas estrelinhas...

E, desde então, o pinheiro ficou a ser a Árvore escolhida para o Natal.


Uma pergunta: O que esta história nos quer ensinar? 

2 comentários:

  1. vanda.nep@hotmail.com20 de dezembro de 2011 02:57

    Ninguem e tão pobre que não tenha nada para dar. Para sermos felizes e fazer outros felizes nos custa tão pouco. Pode ser um sorriso, um aperto de mão, um abraço, um olhar, uma atenção, um querer...

    ResponderExcluir
  2. Precisamos refletir a luz do menino jesus, para fazermos nossos irmãos felizes e sermos pessoas que espalha a boa nova entre a comunidade e se fizermos isso que a Vanda escreveu estaremos no caminho certo.

    ResponderExcluir