O Pão da vida... (Jo 6,48)

A vida, por graça, é divina!
  
Jesus é o 'Pão da Vida', partido e repartido, e que um dia tocou as nossas vidas feridas com delicadeza e ternura e as transformou para sermos, também nós, alimento para todos. Quem experimentou a Vida verdadeira não se contenta com qualquer modo de viver! 

A vida é sempre uma novidade, um fenômeno que emerge de forma misteriosa do mais fundo da matéria. Após o nascimento de Jesus, nossa  vida ficou sagrada, pois Deus entrou um dia definitivamente nela! 

Somos muito mais que os nossos esforços e lutas, pois estamos sempre prenhes de Deus! Por isso, nossa vida não é um problema a resolver, mas uma experiência a acolher, uma aventura a amar e um mistério a celebrar. Nada mais contrário ao espírito do Evangelho a vida instalada, sem sentido e sabor! 

Como discípulos de Jesus vivemos em profundidade o que somos, desinstalando-nos sempre em favor dos outros. Como repartir melhor o que somos e temos? 

A vida 'terna e eterna' não é apenas um prolongamento ao infinito de nossa vida biológica, mas a dimensão inesgotável e decisiva de nossa existência que não acaba com a morte.

A comunhão de vida com Cristo nos faz sempre ter um 'caso de amor com a Vida'...

A vida é vivida intensamente quando a força do 'Pão da Vida' atua, impulsionando-a a se abrir e repartir. A vida autêntica é impulsionada pelo amor; a insensata pelo egoísmo... 

Jesus, Pão da vida, revitalizou para sempre a nossa pobre e pequena existência!

Uma pergunta: se Jesus é o Pão da Vida, você o que é?

Um comentário: