O que adianta ganhar o mundo inteiro?... (Mt 16, 26)

Ninguém me engana com bolo... (M de Barros)
Há perguntas capciosas e outras que só se respondem vivendo. "Que adianta ganhar o mundo inteiro e com isso perder a sua vida?..." O que “ganhar” e o que “perder”?... O que é realmente importante na vida?

A sociedade está organizada ao redor do transitório e passageiro. Tudo é descartável e o que percebemos é uma corrida desenfreada pelas coisas efêmeras: dinheiro, poder, prazer... Somos insaciáveis e nunca ficamos satisfeitos com o realizado.

Há pessoas que se destacam na mídia por algum tempo e fazem o impossível para se manter no “top of mind” das pessoas o máximo de tempo. Não o conseguem e logo são postos de lado por outros que buscam as mesmas coisas com grande afinco. Esse rodício maluco é frustrante e desumano!

"Que adianta ganhar o mundo inteiro se com isso perder a própria vida?..." Entre ganhos e perdas a vida se esvai... E lembrei da frase do Dalai Lama: “As pessoas perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde...

Há muita competição para ganhar pouco e perder muito! Alguém me dizia: eu não aguento mais esta concorrência maluca!... E para sobreviver quantos são adictos de drogas, álcool, sexo, trabalho ou consumismo... Numa sociedade tão desgarrada e desumana, ficamos desorientados! 

No jogo da vida quem ganha perde e quem perde provavelmente ganha muito mais do que imagina!

Uma pergunta: O que é realmente importante para você?

0 comentários:

Postar um comentário