Peregrinação Inaciana (6 a 22/SET): Barcelona e Montserrat...

A história gotejava e revivia dentro de mim...
Nos dias 7 e 8/SET visitaremos Barcelona (belíssimo templo da Sagrada Família de Gaudi (1852-1926), Santa Maria del Mar, no bairro gótico, Parque Guell, etc...) e o Mosteiro de Montserrat...

Inácio de Loyola chegou em Barcelona em fevereiro de 1523, a caminho de Jerusalém. E embarcou de graça, no mês seguinte, como um pobre peregrino, mancando da perna esquerda, aquela que fora estraçalhada em Pamplona, dois anos atrás...

Na volta da Terra Santa, 1524, Inácio ficou na cidade pouco mais de um ano, estudando e pedindo esmolas. Ainda hoje, numa capela da igreja de Santa Maria del Mar (templo gótico de 1384), há uma plaquinha que diz: Aqui Inácio de Loyola sentava para pedir esmolas...

Também em Barcelona, Inácio conseguiu alguns companheiros que ficaram com ele por três anos: Calixo, Arteaga e um tal Joãnzinho e também algumas mulheres, que o ajudavam com esmolas e comida: Inez Pascual o hospedava, Teresa Rajadel... De aqui, Inácio vai para Alcalá, 1526, para prosseguir seus estudos e fazer apostolado...

Montserrat. O magnífico mosteiro foi construído na Idade Média ao redor da gruta onde foi encontrada a imagem de Nossa Senhora de Montserrat, em 880. Inácio chegou no dia 21/MAR/1522, fez confissão geral dos seus pecados e passou a vigília da Anunciação no templo, deixando sua espada e punhal (símbolo da agressividade que o dominara) sobre o altar. Troca suas roupas vistosas com as de um mendigo e assim, livre do mundo que o dominara, partiu gozoso para as vizinhas grutas de Manresa, onde fará, sem ainda o saber, “seu noviciado”, orando mais do que nunca e deixando-se interpelar continuamente pela “palavra interior” de Deus. Em Manresa ficará por quase 10 meses, iluminado e pacificado com um novo desejo “ir para Jerusalém”...

E nós também, seguindo os passos de Inácio, pegamos um avião no aeroporto de Barcelona a caminho de Israel...
Santuário da Sagrada família (Gaudí)

0 comentários:

Postar um comentário