A grande viagem...

Quando observamos da praia um veleiro afastar-se da costa, navegando mar adentro impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de rara beleza. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto na linha remota do horizonte, onde o mar e o céu se encontram. 

Quem observa o veleiro sumir, certamente exclamará: já se foi! Sumiu! Evaporou? 


Não, certamente, não! Apenas o perdemos de vista

O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. O veleiro não evaporou, apenas o podemos mais ver. Quem disse: já se foi, oxalá pudesse escutar outras vozes de mais além a afirmar: Lá vem o nosso veleiro! (cf. H. Sobel)

0 comentários:

Postar um comentário