Dia 22/MAI/1965: Pe. Pedro Arrupe SJ (1907-1991) era escolhido para governar a Companhia de Jesus...


No dia 22/MAI/1965, a CG 31ª da Companhia de Jesus escolhia o Pe. Pedro Arrupe, então Provincial do Japão, como seu 28º Prepósito Geral. Eram tempos do Papa Paulo VI e o finzinho do Concílio Vaticano II. Começava um período promissor e abençoado que, por desgraça, não vingou.
Principiava, naqueles idos, a releitura do nosso carisma inaciano. Tempos de fidelidade criativa, com seus erros e acertos.
O Pe. Arrupe, homem apaixonado por Jesus Cristo, a Igreja e a Companhia, não foi bem compreendido pelas instâncias mais altas do Vaticano. Não é fácil entender os místicos e os profetas! Ele vivia com alegria o evangelho de Jesus. Seu mandato, no Governo Geral (1965-1983), marcou a história da Companhia de Jesus. Refugiados, migrantes, pobres e marginalizados entraram então como sujeitos dos nossos apostolados.

O Papa Francisco e o Pe. Arrupe, embora em tempos diferentes, são cara e coroa da mesma moeda inaciana. Quem não compreendeu um, também não acolhe hoje o outro.

A Igreja como a Companhia renascem, após um longo e gélido inverno eclesial, para contemplar a missão que o Senhor Jesus nos deixou: Sede misericordiosos como o vosso Pai do Céu...

E também felizes!

"Uma pessoa, um coletivo, uma instituição (incluindo a Igreja) que não pergunta, não se pergunta e não se deixa perguntar são realidades terminadas. No melhor dos casos, peças de museu. A expressão mais viva da fé não é a afirmação, mas sim a pergunta. A partir da fé como segurança profunda, o crente se atreve a perguntar a Deus: por que...? O que queres...? E, obviamente, ao ser humano, o que você tem?, que é outra forma de perguntar a Deus" (Pe. Arrupe).

Uma pergunta: O que você acha dos jesuítas?

7 comentários:

  1. O problema da falta de entendimento das atitudes e opiniões do papa francisco são provenientes das atitudes corruptas de muitos jesuitas espalhados pelo mundo. Para o Pe arrupe SJ e outros como San Alberto Hurtado a questão da pobreza me parece que começada no valor singular do ser humano, e esse valor é um dos muitos dentro da ETICA (proposta por) de Cristo, mas ao contrario disso tem muito jesuita que vive repetindo isso e só transmite um discurso vazio, oco, como semente morta e se orgulhando de outros terem vivido algo que os proprios não vivem. Parece que estou sendo generalista, mas são poucos e sem destaque que realmente vivem a mistica dos EE e são engajados na proposta de valorização (dos esforço em "vencer" na vida) do pobre.
    Em geral, o que mais se "experimenta" entre os jesuitas é um discurso vazios, colocado por homens muitas vezes desordenados afetivamente (com uma homo afetividade encubada, onde o problema não é ser homossexual mas sim isso ser quase uma regra para entrar na companhia). Outra coisa comum dos jesuitas é se aproveitar dos leigos no serviço do Reino. Quando estão querendo começar um trabalho aceitam a ajuda de qualquer pessoa, mas depois que o trabalho começa a avançar excluem pessoas que se dedicaram arduamente no inicio e trocam por outras que tem "ótimos" contatos e/ou "dinheiro".
    Que Deus de força a essas pessoas que foram excluidas, sugadas e descartadas por muitos jesuitas espalhados pelo mundo. E que Jesus cure as pessoas que em momentos de fraqueza, confiaram na orientação de homens dessa companhia e tiveram suas aflições tratadas como algo sem importância ou até mesmo foram assediadas.
    San Alberto Hurtado, rogai por nós

    ResponderExcluir
  2. Renata Lagrotta Franco22 de maio de 2015 13:50

    Toda a nossa gratidão aos Companheiros de Jesus, por meio dos quais nos chega o tesouro dos Exercícios Espirituais (que nos levam ao conhecimento interno de Jesus e de nós próprios) e o testemunho fiel de, em tudo, amar e servir. Que Deus continue abençoando a mínima Companhia e a Universal! Renata e Francis

    ResponderExcluir
  3. Renata Lagrotta Franco22 de maio de 2015 13:53

    Até o Supremo Tribunal Federal já decidiu que não se dá ouvido às "denúncias" anônimas. Mas, o autor do Blog, com misericórdia, acolhe a todos...

    ResponderExcluir
  4. O simples fato de aceitar o primeiro comentário já mostra o quanto o mesmo não tem fundamento.

    ResponderExcluir
  5. https://www.youtube.com/watch?v=MGp9cWOorpI
    Só olhando a cara desses cara ja da pra ver que os atuais jesuítas são uma piada.

    ResponderExcluir
  6. Os jesuítas são para mim uma face muito maravilhosa de Jesus. É claro que há exceções, como toda comunidade humana. Mas o espírito que os alenta é o de transfigurar Jesus na palavra "serviço". Serviço no mais amplo sentido: o que for mais urgente, mais necessário e mais universal. Ou, como diria nosso pai fundador, tudo aquilo que for para a maior glória de Deus.
    Oremos para que Deus inspire muitos outros Arrupes, Hurtados, Lucuanos Mendes de Almeida e Franciscos.

    ResponderExcluir