Sem medo dos terroristas…


Os atentados terroristas do passado 13/NOV, em Paris, sembraram o medo por toda parte. Sabemos que a mesma coisa, ou ainda piores podem acontecer em outros lugares. O que fazer?

No ano passado mais de 32.000 pessoas morreram por atos terroristas no mundo todo. Os países mais afetados: Iraque, Afeganistão, Nigéria, Paquistão e Síria. Daí, tantas famílias fugindo desesperadas do horror dessas guerras. O terror ataca, mas não avança em sociedades seguras. 

Vivemos um confronto entre civilização e barbárie. As pessoas civilizadas, seja qual for a sua crença, acolhem e dialogam, convivem e respeitam a diversidade. A barbárie se encontra em todos os países e religiões e pretendem construir uma sociedade totalitária, homogênea e oprimida pelo terror. Ora, pois, na medida em que nos deixamos levar pelo medo corremos o perigo de internalizar a barbárie. Não somos reféns do ódio!

O ano passado fomos em Peregrinação a Israel. Alguns dos participantes foram com receio, outros, poucos, com medo. Depois, in loco, descobriram que eles eram muito maiores do que suas fantasias medrosas. 
  
Se o temor entrar no nosso coração seremos antecipadamente vencidos.

O Papa Francisco viaja, no próximo 25/NOV, a três países super conflitivos da África, em nome da PAZ. Muitos o aconselharam a postergar essa viagem...

Ele decidiu não ter medo dos terroristas. E você?



0 comentários:

Postar um comentário