Padim Ciço... (1844-1934)


Dias atrás, 13/DEZ/2015, o Bispo de Crato,/CE Dom Fernando Panico comunicou ao povo que o Papa Francisco reconciliou o “Padim Ciço” com a Igreja Católica.
As palavras eram aguardadas há décadas pelos fiéis e foram recebidas com grande júbilo. Além de destacar a fé simples e a devoção a Nossa Senhora que o Padre Cícero sempre teve, o Papa ainda caracterizou o modo dele evangelizar: “A atitude do Padre Cícero era acolher a todos, especialmente aos pobres e sofredores, aconselhando-os e abençoando-os; isso constitui sem dúvida, um sinal importante e atual”.
Padre Cícero morreu suspenso das ordens e do ministério mas, logo ao falecer o número de fiéis e romeiros que vinham a cidade que ele fundou, Juazeiro do Norte, sempre cresceu.
Dom Fernando disse: Como Bispo Diocesano dessa Igreja particular, fico feliz por poder receber essa grande graça, em nome do Padre Cícero e de seus romeiros e romeiras, em nome de todos aqueles bispos – Dom Quintino, Dom Delgado – que alguma vez pediram que a Igreja e Padre Cícero se reconciliassem, em nome de todas as pessoas que queriam ver o Seu Padrinho ser, de novo, acolhido pela Igreja Católica da mesma forma que sempre foi acolhido por seus afilhados!”.
A misericórdia de Deus está acima das nossas pobres e limitadas ações humanas.
O Pe. Cícero foi uma figura complexa (político, fazendeiro, pastor austero...). Só os Nordestinos e empobrecidos realmente o entenderam.


Um comentário:

  1. Triste é ver esse assassino do lado do padre.

    Heitor

    ResponderExcluir