1ª medalha de ouro: Rafaela...


Rafaela Silva (* 1992) cresceu na favela carioca da Cidade de Deus. O futebol foi o primeiro esporte dela, praticado com outros meninos em um campo de terra próximo a sua casa. Aos 7 anos seus pais a inscreveram, junto da irmã Raquel, para aulas de judô.
A vida de Rafaela não foi fácil. Aos 15 anos engravidou, e pelas competições esportivas teve lesões sérias nos joelhos. Não desanimou.
Ela mesma confessa: Vim de uma família muito humilde, e isso me ajudou muito a encarar os problemas e a superar as dificuldades. Sempre tive o caminho mais difícil, mas, graças a Deus e à educação dos meus pais, sempre consegui vencer. Foi muito difícil todo o processo de fisioterapia, e duro decepcionar algumas pessoas quando engravidei, mas sempre tive apoio daqueles que realmente gostavam de mim. Minha mãe é o meu braço direito para cuidar da minha família. Eu treino e estudo... A palavra "difícil" aparece diversas vezes na sua conversa...
O esporte pode tirar muita minhoca da cabeça!

Primeira medalha de ouro para uma mulher que tenta também vencer na vida.


Um comentário:

  1. Ceres de Andrade Paes8 de agosto de 2016 17:36

    Salve Maria,Pe.Ramon Cigõna,SJ.
    O Esporte faz muito bem!para o corpo e a alma!
    Minha filha Ana joga futebol.
    Ela é a única menina do Clube que joga e ama!!!o esporte.
    Vê-la feliz jogando futebol,marcando os gols e sendo respeitada no meio de tantos amiguinhos,é Maravilhoso!

    ResponderExcluir