Dias 30/SET a 2/OUT: Viagem do Papa Francisco à Geórgia e Azerbaijão...


Outra viagem complicada do Papa Francisco, e novos desafios pela frente. Não é fácil partilhar a fé com estes países de antigas raízes cristãs, mas pouco ecumênicos e ao mesmo tempo dialogar fraternalmente. Os católicos nesses países são minoria. Na Geórgia (5 milhões de habitantes) os ortodoxos são 85% (católicos 2%) e no Azerbaijão (quase 10 milhões de hab.) a grande maioria é muçulmana (96% ) e os católicos apenas 0,01%. 

A Igreja Ortodoxa na Georgia não é nada ecumênica, contudo a fraternidade se constrói com pequenos gestos de aproximação. É o que o Papa Francisco pretende fazer.

Eis o programa:
30/SET (Sexta-feira). Encontro protocolar com o presidente da República da Geórgia, autoridades e corpo diplomático. A seguir, dois momentos religiosos altamente significativos: Encontro com Ilia II, Catholicós Ortodoxo e com a comunidade Assírio-caldeia, na igreja católica de São Simão. 

1/OUT (Sábado). Missa no estádio da capital, Tbilisi, e a seguir encontro com os sacerdotes, religiosos/as na Igreja da Assunção.

Depois, visita à catedral patriarcal Svietyskhoveli (século XI), em Mskheta, reintegrada recentemente ao «Patrimônio da Unesco». Aqui os georgianos se converteram ao cristianismo no ano de 317.  

2/OUT (Domingo). Chegada a Baku, capital de Azerbaijão, e Santa Missa na igreja da Imaculada, no Centro salesiano. Visita ao presidente da República no palácio presidencial.

Na parte da tarde, encontro com o sheik dos muçulmanos do Cáucaso na mesquita, e a seguir com o bispo ortodoxo de Baku, e com o presidente da Comunidade hebraica. 

Às 19h15 (hora local) saída para Roma.

Como sempre, o Papa Francisco como Bom Pastor, faz uma viagem altamente ecumênica, inter-religiosa e desafiadora.

Rezemos e acompanhemos.



0 comentários:

Postar um comentário