Quantos pães tendes?...

 Jesus perguntou aos seus discípulos: Quantos pães tendes? (Mc 6, 38)



Há perguntas que desafiam e tocam o coração. “Quantos pães tendes?...”. Precisamos parar, fazer as contas e responder... Jesus é prático e concreto. Seus discípulos precisam aprender a compartilhar.

A solidariedade é sempre bela e evangélica; o egoísmo, pelo contrário, fere e destrói. Quem pensa só em si é um coitado. Jesus mexe com o nosso bolso e coração.  

Transparência, cuidado e partilha é o que realmente buscamos e queremos?
  
Essa pergunta é dirigida hoje também a mim, e a você: quanto tens? Quanto dinheiro? Quantas casas? Qual é o seu padrão de vida? Veja e verifique, pois quem sabe você precisa compartilhar mais...

Não devemos ter medo da transparência, da clareza sobre o que somos e temos. Não precisamos de caixa dois, nem de "amigos laranjas"... Cinco pães e dois são suficientes.

A transparência abre o caminho para a partilha dos bens. Conheço casais que partilham o corpo, mas não a alma. Cada um guarda os seus segredos (e dinheiros!) e não os compartilha nem com o seu parceiro.  

Amar é compartilhar. Na multiplicação dos pães cada um compartilhou com alegria o que tinha.

E você esconde o que tem ou o compartilha fraternal e alegremente com os outros?


0 comentários:

Postar um comentário