Intolerável massacre de indígenas...

Recebi no dia 1/MAI e divulgo agora. Ontem à tarde vários crimes bárbaros foram cometidos no município de Viana/Maranhão. As vítimas são todos indígenas da etnia Gamela. Os relatos que chegam são estarrecedores e apontam para crimes de repercussão internacional. Algumas vítimas tiveram as mãos decepadas.

05 indígenas feridos em estado grave estão internados no hospital Socorrão 2, na capital São Luis. Um deles levou dois tiros, sendo que uma bala está alojada na coluna e a outra na costela. Além disso, ele teve as mãos​ decepadas e ligamentos do joelho cortados. O irmão dele,  levou um tiro no peito. Outro indígena também teve as mãos decepadas. Outro levou um tiro na cabeça, e outro no rosto e no ombro. Dois indígenas já foram operados.
Vários outros indígenas estão feridos e muitos internados em hospitais próximos ao município de Viana. O que houve foi uma incitação de ódio convocada na rádio e com políticos envolvidos que levaram ao ataque aos indígenas. A situação é revoltante e muito grave.
Menos de um mês depois de um confronto por terras no Mato Grosso, dessa vez, o conflito foi no Maranhão. Índios da tribo Gamela e fazendeiros brigaram com revólveres e facões. Houve feridos dos dois lados. Cinco índios estão no hospital, em São Luis, em estado grave.
O ataque foi no fim da tarde de domingo (30), no povoado Bahias, em Viana, cerca de 250 quilômetros de São Luís. Segundo a Pastoral da Terra, dezenas de homens chegaram à área indígena com armas de fogo, facões e pedaços de pau e os índios foram pegos de surpresa.
Ainda segundo a Pastoral da Terra, essa é uma área indígena que foi invadida por fazendeiros. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o motivo seria uma disputa por terras na região entre fazendeiros e os índios Gamela. A Polícia Civil está investigando o caso.
Sobre o que aconteceu, o Arcebispo de Porto Velho, RO, Dom Roque Paloschi, presidente do CIMI, Conselho Indigenista Missionário, falou para o Radio Vaticano...
CLIQUE AQUI para ouvir as palavras de Dom Roque...
Terra Boa quer apoiar sempre os mais vulneráveis...

Todo massacre é intolerável, mas o perpetrado contra indígenas é também uma vergonha nacional.

0 comentários:

Postar um comentário