Senhor, se queres podes me curar...

O Senhor me salvou pela sua misericórdia...

Erros podem ser perdoados; atitudes podem ser repensadas, mas algumas palavras jamais serão esquecidas...

Os Alcoólicos Anônimos (A. A.) foi fundada em 1935, por um funcionário da bolsa de Nova York e um médico de Ohio, que se consideravam bêbados perdidos... Sua intenção era ajudar outros que sofriam da mesma doença e que com seus erros, atitudes e palavras destroçavam suas famílias.

O A. A. cresceu e se expandiu por todo o mundo.

O alcoolismo é uma doença e ninguém se reabilita se não se aceita como doente. O critério, pois, do A.A é que somos doentes e precisamos de ajuda. Eis os Doze Passos dos A. A.:
  1. Admitir a própria impotência ante o álcool (ou outro vizio) fazendo a vida ingovernável.
  2. Crer que um Deus pode nos devolver a objetividade
  3. Decidir colocar nossa vontade e vida ao cuidado de Deus.
  4. Fazer um minucioso inventário moral de nós mesmos.
  5. Admitir ante Deus, ante si e ante outro ser humano, a natureza exata dos próprios defeitos.
  6. Deixar Deus que nos livre de todos estes defeitos de caráter.
  7. Pedir humildemente a Deus que nos livre dos nossos defeitos.
  8. Fazer uma lista das pessoas que ofendemos e estar disposto a reparar o dano causado.
  9. Reparar diretamente e em quanto possível o dano causado, exceto quando implica prejuízo para outros.
  10. Continuar nosso inventário pessoal e quando nos equivocarmos, admiti-lo imediatamente.
  11. Buscar pela oração e a meditação nosso contato consciente com Deus, pedindo conhecer sua vontade y força para cumpri-la.
  12. Experimentando isto, praticá-lo e divulgá-lo.
No início do Evangelho de Marcos, um leproso se aproxima de Jesus e pede para ser curado. Esse pobre homem representa a todos nós, pois todos precisamos ser curados e salvos. Para que isso aconteça precisamos, primeiro, reconhecer nossas doenças e limitações, e depois confiar que o Senhor JESUS tem força para salvar-nos e curar-nos.

Senhor, se queres podes me curar!
Eu creio! Toca-me, Senhor!
Cura-me da minha lepra: Quero amar-Te só a Ti, mas todo o meu ser Te é infiel.
Cura-me da minha cegueira: Quero descobrir-Te ao meu redor e só me encontro a mim.
Cura-me da minha surdez: Quero ouvir o eco da Tua Palavra, mas outras vozes povoam o meu silêncio.
Cura-me da minha mudez: Quero responder ao Teu chamamento, mas esqueço do meu “sim” diário.
Cura-me da minha paralisia: Quero seguir os Teus caminhos, mas confundo-me em falsos cruzamentos.
Cura-me da minha hipocrisia: Quero ser só Teu, mas resisto em me dar todo a Ti.
Cura-me do meu vazio: Quero estar repleto da Tua presença, mas, por vezes, não te deixo entrar.
Senhor, se quiseres, podes me curar!
Eu creio! Toca-me, Senhor! Cura-me!
Quero sentir a Tua mão tocar-me.
Quero ouvir a Tua voz dizer-me:
“Sim, eu quero. Fica curado!”

Uma pergunta: Jesus é realmente seu único Senhor e Salvador?


3 comentários:

  1. Ceres de Andrade Paes10 de maio de 2017 09:28

    Boa Tarde,Pe.Ramon Cigõna,SJ
    Sim!!!Jesus é meu único Senhor e Salvador.
    Graças recebi e só pode ter vindo D'ELE!
    Quando me coloquei por inteiro nas mãos D"ELE,confiante,e aceitando a Vontade D"ELE!!!,fui curada,não do alcoolismo,mas de uma depressão após a morte da minha gêmea,Dóris(+)em 1996.
    Quando uma pessoa quer ser curada e se entrega humildemente nas mãos do Senhor,o Espírito Santo age na pessoa.
    Deus não quer ver nenhum doente rejeitado.Deus nos amaincondicionalmente.
    Às vezes nós mesmos colocamos obstáculos ao tratamentoe assim,o quadro de doença só vai piorando...È muito importante apessoa ter conhecimento deseu quadro,querer ajuda,procurar ajuda.Deus não empurra ninguém.Deus mostra o Caminho.
    E aí entra o discernimento dos espíritos à luz do Espírito Santo.
    Hoje!!!!sou Feliz!
    Hoje!!!estou Feliz!
    Hoje faço somente a Vontade de Deus!
    Beijos fraternos,Pe.Ramon,SJ.

    ResponderExcluir
  2. Padre, o senhor poderia escrever sobre infertilidade e casamento

    ResponderExcluir