Polêmica sobre o presépio do Vaticano…


Gostamos de polemizar e criticar tudo.

Contemple a fotografia acima e veja de onde pode surgir a controvérsia... 

Uns não estão de acordo com o homem nu, em primeiro plano; outros sentem calafrios diante do homem sendo enterrado...

Parecemos fariseus escandalizados. O que é pior: a arte ou a realidade/ 

O problema é o nu? Mas, e a Capela Sixtina leva séculos expondo-o... E acaso a imagem principal de nossa fé não é um homem nu crucificado? 

O problema real não é estético nem ético, mas teológico. O presépio quis destacar as obras de misericórdia: vestir o nu, alimentar o faminto, visitar o preso, enterrar os mortos... A fé sem obras é morta. E isso está certo, mas não só.

As obras de misericórdia corporais são importantes, e surgem do Natal de Cristo (ele se fez um de nós). Mas, convenhamos, o mistério do Natal poderia ter ficado num destaque maior. Eu confesso que tive dificuldade de encontrar o Menino...  

Nos Exercícios Espirituais, pedimos a graça de nos afeiçoar ao Senhor e à sua mensagem, e daí deriva o resto. O que nos salva é a fé em Jesus, e não as boas obras que fizemos... 
  
E você o que pensa?


4 comentários:

  1. Quem polemizou? A imprensa? Santo Deus! Que coisa mais inútil para se discutir. A imprensa cria o espantalho e os bobocas aplaudem.

    ResponderExcluir
  2. Se teve dificuldade em encontrar o menino melhor procurar um oftalmo...

    ResponderExcluir
  3. Na fotografia grande não encontrei o morto sendo enterrado...

    ResponderExcluir
  4. Eu também gostei. E penso que não há dificuldade para encontrar o Menino. Ele está exatamente onde disse que estaria: " Tudo o que fizeram ao menor dentre todos, foi a Mim que o fizeste."

    ResponderExcluir