31/MAI: Visitação de Nossa Senhora... (Lc 1, 39-56).



9Naqueles dias, Maria pôs-se a caminho e dirigiu-se apressadamente para a montanha, em direcção a uma cidade de Judá. 40Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o menino exultou-lhe no seio. Isabel ficou cheia do Espírito Santo 42e exclamou em alta voz: «Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. 43Donde me é dado que venha ter comigo a Mãe do meu Senhor? 44Na verdade, logo que chegou aos meus ouvidos a voz da tua saudação, o menino exultou de alegria no meu seio. 45Bem-aventurada aquela que acreditou no cumprimento de tudo quanto lhe foi dito da parte do Senhor». 

46Maria disse então: «A minha alma glorifica o Senhor 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador48porque pôs os olhos na humildade da sua serva: de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações. 49O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas: Santo é o seu nome. 50A sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que O temem. 51Manifestou o poder do seu braço e dispersou os soberbos. 52Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. 53Aos famintos encheu de bens e aos ricos despediu de mãos vazias. 54Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, 55como tinha prometido a nossos pais, a Abraão e à sua descendência para sempre». 

56Maria ficou junto de Isabel cerca de três meses e depois regressou a sua casa


Visitação, pintura de El Greco,  foi destinada à Capela Oballe na Igreja de São Vicente, em Toledo, Espanha.
O encontro de Maria, à direita, e da sua prima Isabel ocorre à entrada da casa desta e do seu marido Zacarias. É uma portada clássica com uma larga cornija suportada por consolas de ambos os lados. Ambas usam capas largas de azul prateado.
À direita das duas figuras femininas podem observar-se nuvens escuras formando uma figura com face humana (Deus, um anjo?) e com um halo que se assemelha a uma ave em voo e que poderá eventualmente simbolizar o Espírito Santo.
Devido à ausência de outras figuras, havendo apenas formas, cor e luz, a cena parece representar o "encontro de dois corpos celestiais".
“A Visitação” é exemplo claro do período final da obra de El Greco, dado que faleceu em 1614. 
A pintura se encontra atualmente nos Estados Unidos.

0 comentários:

Postar um comentário