Monsenhor Ladaria nega a ordenação às mulheres?


O neo-cardeal Luís Ladaria (1944), jesuíta espanhol, e Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, acaba de pronunciar-se categoricamente contra a ordenação de mulheres na Igreja católica. As razões apresentadas poderão ser importantes, mas certamente não são pertinentes nem definitivas. E eu me pergunto: O Prefeito da Congregação está respondendo a quem? O que ele pretende com essa declaração?

As declarações, historicamente acontecidas, negando à mulher sua igualdade na igreja católica, foram apregoadas sempre por homens, o que as fazem condicionadas e certamente suspeitas.
Essas proclamações da doutrina `tradicional´ supõem um Jesus que negou expressamente o sacerdócio às mulheres, coisa teologicamente duvidosa e provavelmente falsa. E dizer que a Igreja não tem poder de mudar as coisas é manipular a história para provar ou negar o que se quer afirmar. A igreja tem o poder, sim, de atualizar e até de criar os meios necessários para a salvação das pessoas.
Uma eclesiologia engessada está fadada a virar museu, e não é isso o que queremos.
Queiramos ou não, pelo batismo todos somos iguais na Igreja, sem distinção de raça ou sexo, e os ministérios ordenados são um carisma de serviço em favor da comunidade, e que Deus dá a seu bel prazer. 
E você o quem pensa sobre este assunto?


0 comentários:

Postar um comentário