Jesus e os fariseus...


Aconteceu na Universidade Gregoriana dos jesuítas de Roma, uma Encontro sobre Jesus e os fariseus, onde especialistas judeus, protestantes e católicos conversaram sobre o tema.

O mundo cristão continua tendo uma visão péssima destes mestres judeus, considerando-os xenófobos, elitistas, legalistas, egoístas e moralistas. Sem querer, os impropérios de Jesus contra os fariseus acabaram se estendendo também ao povo judeus. 

Quantas vezes utilizamos o conceito “fariseu” para denunciar o clericalismo reforçando desse modo o preconceito contra os hebreus. Sendo anti-farisaicos provavelmente seremos anti-hebreus. Existem modos melhores para falar destes senhores? Como ler Mt 12, 14 e 23, 13-22, e 23, 23 a 26? Sejamos sinceros, quando falamos mal dos pecados dos fariseus nos referimos só aos judeus, e não aos cristãos. O que fazer para não reforçar tais estereótipos negativos?

Paulo diz que para ele ser `fariseu´ era um motivo de glória. O próprio Jesus compartilhou com os fariseus «a fé na ressurreição». O fariseu Gamaliel «defendeu Pedro e João»; E o próprio Nicodemo era fariseu... Para amar melhor estes nossos irmãos maiores precisamos deixar de lado muitos preconceitos.

Jesus foi judeu e sempre o será... 


0 comentários:

Postar um comentário