19º DTC: ESPERAS RESPONSÁVEIS... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento... (Lc 12, 36)

O texto do evangelho deste domingo faz parte do contexto que começou no domingo passado com a petição de alguém a Jesus: “Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo”. A partir daí, Lucas revela uma longa conversação de Jesus com os discípulos e toca diversos temas, pensamentos dispersos que o evangelista organiza para ajudar na formação do seu discipulado.

No domingo passado, Jesus nos pedia para não colocar nossa confiança nas riquezashoje nos diz em quem devemos confiar

Alguém dividiu o tempo em passado, presente e futuro. Viver o presente parece ser a melhor opção. As esperas nunca são confortáveis, mas muitas vezes são necessárias. Fé, esperança e caridade são virtudes teologais para serem experimentadas nos encontros realizados.

A vida se desenvolve lentamente e às vezes finaliza antes do que se esperava. Eu aprendi a agradecer pelas conquistas e pelas derrotas, pela vida e pela morte. O evangelho deste domingo pode ser uma boa oportunidade para recordar isto: viva sempre atento, mas com fé, esperança e amor. 

Deus não precisa vir de nenhuma parte. Ele está agindo sempre em nós e nos outros. Deus em saída até o ser humano, e desvela o ser humano em saída até Deus. E o encontro entre ambos é o que o Evangelho propõe. O importante? Entrar em sintonia com o Deus presente em tudo e todos. E nossa resposta pode ser coerente ou incoerente, vigilantes ou dispersos como nos diz o evangelho de hoje

Cada pequeno encontro é uma satisfação em si mesma e uma preparação para a seguinte. Nossos encontros, se vividos em plenitude, nos preparam para o grande encontro face a face com o Criador e Senhor.

Não percamos a chance de sempre sermos bons.





0 comentários:

Postar um comentário