Viagem apostólica do Papa Francisco à Tailândia e ao Japão (19 a 26/NOV)...




A iminente jornada do Papa Francisco para a Tailândia e o Japão será o trigésimo segundo do pontificado e o sétimo deste ano que está prestes a terminar. Dessa maneira, 51 países foram visitados por ele, 11 dos quais em 2019. 

O Papa Francisco vai ao continente mais populoso do mundo, respondendo ao convite dos governos de Bangcoc e Tóquio e dos bispos de suas respectivas nações, com alguns objetivos prioritários: encontro com minorias católicas, diálogo inter-religioso e promoção do desarmamento nuclear

A Tailândia é hoje uma monarquia constitucional com 69 milhões de habitantes, dos quais 90% são budistas e 5% muçulmanos. Os 382.000 católicos compõem 0,59% da população. O cuidado pastoral é compartilhado entre duas arquidioceses e nove dioceses. O Japão acaba de entrar em uma "nova era" com a ascensão ao "trono do crisântemo" do imperador Naruhito, após a abdicação do pai Akihito. Tem 126 milhões de habitantes, com 540.000 católicos representando apenas 0,42% dos japoneses. O cuidado das almas é compartilhado entre três arquidioceses e treze dioceses.

Nos dois países, a Igreja está presente com estruturas de solidariedade social - hospitais, orfanatos e lares para idosos - e no mundo da educação com universidades e escolas de todos os níveis.

Francisco partirá de avião no final da tarde de terça-feira, 19/NOV, de Roma para a capital tailandesa, onde chegará no final da manhã da quarta-feira 20. Ele permanecerá lá até a manhã do sábado 23, quando seguirá novamente de avião para a capital japonesa. O domingo 24 será particularmente intenso com transferências para Nagasaki e Hiroshima, as cidades mártires da bomba atômica, e retornando à noite para Tóquio. Aqui Francisco também permanecerá na segunda-feira dia 25.

Na manhã da terça-feira 26, visitará os confrades da Companhia de Jesus na prestigiada Universidade Sophia. Da universidade, ele irá diretamente para o aeroporto, onde embarcará na aeronave que o levará de volta a Roma.



0 comentários:

Postar um comentário