Os sapatos do Papa Francisco...

Como são belos os pés do mensageiro que anunciam a paz... (Is 57,2)
Ah! Como eu queria uma Igreja pobre e para os pobres!... disse o Papa Francisco na audiência com os 6.000 jornalistas credenciados no Vaticano, 16/MAR, para cobrir os eventos destes dias. Homens e mulheres de diversos países e religiões aplaudiram emocionados quando escutaram essas palavras... E com eles, também nós!

Nunca vimos coisas semelhantes e os nossos ouvidos nunca ouviram palavras tão belas e evangélicas, dizia outra jornalista. 

Não se esqueça dos pobres, palavras sussurradas pelo Cardeal brasileiro D. Cláudio Hummes OFM, ao ser escolhido o Cardeal Bergoglio como Papa. Oxalá o protocolo não engesse o Espírito e o bom exemplo desse par de sapatos cansados e gastos. Eles falam mais alto que muitos discursos! 

A opção pelos pobres é uma das características da Igreja de América Latina, reafirmada na Conferência de Aparecida (2007), mas muito esquecida na nossa prática pessoal e pastoral. E ela está no âmago do carisma da Companhia de Jesus e de muitas outras Congregações Religiosas históricas: estar nas fronteiras, onde as pessoas vivem e sofrem... 

Santo Inácio de Loyola, na contemplação para alcançar amor no fim dos Exercícios Espirituais, diz: O amor deve pôr-se mais em  obras que em palavras... (EE 230). As obras boas todos entendem e não precisam de tradutores. Elas falam por si mesmas!

Os gestos evangélicos são admirados e aplaudidos por todos, até pelos não cristãos!

E a você, o que lhe diz esse par de sapatos?
      

13 comentários:

  1. Homem de Deus!
    A Igreja precisa de padres, bispos assim como esse Papa humilde, pois Jesus quando veio ao mundo não teve regalias.

    ResponderExcluir
  2. Sapatos de quem está acostumado a ir ao encontro do outro, do irmão necessitado.
    Bela demonstração de humildade, de proximidade com o povo de Deus.
    Deus há de abençoá-lo abundantemente.

    ResponderExcluir
  3. Sapatos de peregrino, que lembram o outro peregrino descalço...

    ResponderExcluir
  4. Sapatos de quem é caminhante, amigo, irmão que sente e sofre com seu povo!...

    ResponderExcluir
  5. Sapatos que todos os cristãos deveriam se contentar... e que belos devem ser os calos dos joelhos desse homem penitente e orante devoto de Nossa Senhora e de São José.

    ResponderExcluir
  6. Sapatos surrados que todo cristão peregrino deveria possuir, tão igual belos os joelhos calejados desse filho devoto de Nossa Senhora.

    ResponderExcluir
  7. Ao contemplá-los, encho-me de esperança e fé. Pois sei que teremos alguém que irá caminhar conosco.

    ResponderExcluir
  8. Sapatos de missionário, que leva Jesus a quem não o conhece ainda. Amar e Servir, sempre! Tudo para amaior glória de Deus! Amém!

    ResponderExcluir
  9. Pai, padre, amigo, ministro de Deus na terra, simples singelo, perfeição aos olhos de Deus, nosso igreja precisa de renovação, mas não pelas mudanças mundanas, mas pelas mudanças divinas, que Deus em sua imensa morada dentro de cada um de nós, possa nos fazer refletir, e principalmente ver o irmão na figura do papa Francisco, e enfim ronovar a face da terra.

    ResponderExcluir
  10. Bendito o dono destes sapatos surrados que levam esperança a tantos necessitados...

    ResponderExcluir
  11. Bendito os pés do mensageiro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abençoados e iluminados sejam os pés deste mensageiro tão especial!.

      Parabéns por mais este belo texto, padre Ramón.

      Grande abraço.

      Excluir
  12. sapatos de um peregrino simples mais que tem muito conteudo a nós ensinar.Louvado seja Deus por este seu servo,vida e saúde para o Papa Francisco.
    E ao senhor Pe. Ramon mto obrigada por este texto que me ajuda na caminhada ao céu.

    ResponderExcluir