Jogue a favor da vida... (cf. Rosinha Martins)

A FIFA ainda tem que aprender muito ... 

É um time de mulheres e tem tudo para vencer. Mulheres?! Sim. E formado muito antes de ser pensada a Copa do Mundo no Brasil. Mulheres fortes, corajosas e altaneiras... Há tempo elas já treinavam no cotidiano, no campo da missão, em todas as cidades que sediam ou não a Copa do Mundo. Elas correm nas estradas, nos becos e nas vielas... movidas pela paixão que têm pelo jogo a favor da  vida.

Com os pés no chão da realidade, de olhos abertos contra os adversários... elas pretendem  alcançar a vitória. Com o propósito de defender a vida. Vida de meninas, adolescentes e adultas, homens de todas as etnias, crenças e orientação sexual, impedidos de viver com dignidade, porque geram um lucro anual absurdo de 32 bilhões de dólares para os traficantes de seres humanos. E a Copa Mundial é um "prato cheio" para os traficantes.

São crianças adotas ilegalmente, adolescentes levados para treinos esportivos, objeto de exploração sexual e de seus aliciadores. Meninas e adolescentes que acreditam em sonhos que acabam rapidamente.

O jogo não é fácil. Precisa-se de boas e bons jogadores, homens e mulheres que acreditam que a vida é mais forte que morte e que a Ressurreição de Jesus não aconteceu por acaso...

Por enquanto são elas, as mulheres, que estão entrando em campo. Precisa-se também de homens, consagrados por causa do Reino, cristãs e cristãos comprometidos que entrem com vontade de vencer e que não tenham medo de sofrer alguma contusão.

O time está muito bem preparado, com regras e objetivos claros. Não há limite para o número de jogadores. Todos os que acreditam em Jesus e na sua proposta são convidados para a partida. O importante é jogar sério e com responsabilidade a favor da vida.

Na arquibancada, uma torcida organizada composta por mais de 174.269.166 católicos e muitas outras pessoas de boa vontade. Dá para imaginar essa torcida num grande e único "olé" pela vida?

Jogue a favor da vida!...”, é o tema da campanha lançada pela CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), com o objetivo de prevenir o tráfico e exploração sexual durante a Copa do Mundo de 2014. Organizações, Pastoral do Menor, Instituto São Tomás de Aquino, Jesuítas, PUC de Minas, Pastoral do Menor, Universidade do Vale do Rio dos Sinos/RS (UNISINOS), Cáritas Internacional, Ministério da Justiça fazem parte desta empreitada. Participe você também jogando a favor da vida!

Como se proteger do Tráfico de Pessoas? Desconfie de casamentos arranjados por agências e promessas de trabalho com altos rendimentos. Se viajar para o exterior, leve sempre uma cópia autenticada do passaporte e guarde-o separadamente. Os consulados e embaixadas do Brasil existem para ajudar você, independente se sua situação é regular ou não.

Em caso de suspeitas de tráfico de pessoas ou violação aos direitos humanos, ligue: 180 (Central de atendimento à mulher) ou 100 (Violações aos direitos humanos).

Há outros valores, além do prazer e o dinheiro e a FIFA tem que saber isso. Depois da COPA 2014 a FIFA vai ser diferente!

0 comentários:

Postar um comentário