Programa do Papa Francisco em Terra Santa... (24 a 26/MAIO)

O que desabre o ser é ver e ver-se... (M. de Barros)
O Programa do Papa Francisco na Jordânia e na Terra Santa é complexo e delicado. São muitos os percalços históricos na região: Conflitos intermináveis entre palestinos e israelenses, fanatismos religiosos (muçulmanos, judeus, cristãos...), divisões entre cristãos (católicos, ortodoxos, coptas...) fazem perigar a cada momento esta viagem.
Eis o programa por ocasião do 50º aniversario daquele encontro histórico entre o Papa Paulo VI (1897-1978) e o Patriarca Atenágoras (1886-1972) de Constantinopla, em Jerusalém. Eram séculos de fraternidade rompida!
24/MAI: O Papa sai do aeroporto romano de Fiumicino às 08h15 e chega à capital do Reino da Jordânia, Amam, às 13h15. Após as boas-vindas no aeroporto, irá ao Palácio Real, onde será recebido pelo rei Abdala II e a rainha Rania. Ali, fará um discurso diante das autoridades reunidas. Às 16h00: Missa no Estádio; 19h00: Visita ao lugar do batismo de Jesus, no rio Jordão e, depois, encontro com refugiados e jovens descapacitados, na igreja latina desse lugar.
25/MAI: Cedo, às 8h15, o Papa Francisco se despede da Jordânia e, de helicóptero, se dirige a Belém, onde saúda o presidente do Estado da Palestina, Mahmoud Abbas, no palácio presidencial e pronuncia um discurso, diante das autoridades palestinas. 11h00: Missa na Praça do Nascimento. O Papa almoçará com diversas famílias palestinas, no convento franciscano. 15h00: visita à Gruta da Natividade e encontro com crianças refugiadas. 15h45: o Santo Padre deixa o Estado Palestino e, em helicóptero chegará ao aeroporto internacional de Tel Aviv (Israel), onde chegará em 45 min.
Após a cerimônia de boas-vindas, o Papa irá a Jerusalém, em helicóptero, onde se encontrará com o Patriarca ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I e firmará uma declaração conjunta. Atenção a esta declaração conjunta! 19h00: Encontro ecuménico, na basílica do Santo Sepulcro. Depois, o Papa Francisco jantará com os patriarcas e bispos, no Patriarcado Latino de Jerusalém.
26/MAI: Cedo, 8h15, o Santo Padre visitará o Grão Mufti (líder espiritual muçulmano!) de Jerusalém, na Explanada das Mesquitas e pronunciará um discurso. Discurso altamente complicado pelos problemas políticos dos palestinos com Israel e fanatismo religioso com os cristãos. Depois, irá ao Muro Ocidental, o famoso Muro das lamentações! 10h00: Visita ao Memorial de Yad Vashem, e pronunciará outro discurso. Depois, visita aos dois Grandes Rabinos de Israel, no Centro Heichal Schlomo, perto da Grande Sinagoga. 11h45: Encontro com o presidente do Estado de Israel, Simon Peres, no Palácio Presidencial; 13h00: Audiência com o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.
E a maratona do Papa continua. 15h30: Encontro com o Patriarca Ecuménico de Constantinopla, Bartolomeu I, no Monte das Oliveiras. 16h00: Encontro com sacerdotes, religiosos/as e seminaristas, na igreja de Getsêmani, no horto das Oliveiras; 17h20: Missa na sala do Cenáculo para um grupo pequeno e selecionado. 19h30: Monte Scopus e, depois, de helicóptero ao aeroporto de Tel Aviv, onde se despede das autoridades de Israel. O Papa espera chegar em Roma, às 23h00.
Viagem densa e altamente emocionante. Aguardemos e rezemos...

0 comentários:

Postar um comentário