ADVENTO É APROXIMAÇÃO...

Aproximar-se é um verbo de “movimento” e significa achegar, sair de si, pôr-se a caminho, fazer-se próximo e, desse modo, experimentar “vida”: alegria e paz.

De uma coisa estamos certos: Deus se aproximou de nós em Jesus. O Verbo se fez carne (Jo 1, 14) e bateu à nossa porta (Apoc 3, 20)... disse maravilhado o apóstolo João, e viveu no meio de nós percorrendo cidades e povoados (Lc 8,1) lembrava o evangelista Lucas.

Não só vimos a epifania de Deus, mas o próprio Jesus se aproximou das pessoas e as deixava que se aproximassem dele, para vê-lo, falar com ele e até tocá-lo. Foram pastores, Magos, pecadores, doentes (leprosos, cegos, paralíticos...), pobres, estrangeiros, crianças e até mulheres...

Mais ainda. Encontramos pessoas que aproximaram e continuam aproximando os outros de Jesus. André foi o primeiro a levar seu irmão Pedro a Jesus (Jo 1, 42) e depois ajudou para que aqueles gregos estrangeiros se achegassem até o Senhor (Jo 12, 22).

E aqueles quatro discípulos e amigos de um paralítico que abriram o teto da casa, onde o Senhor estava, e o desceram na maca, até Jesus? (Mc 2,4).

Advento é aproximação. Quem sabe somos capazes de nos aproximar de alguém que precisa de nossa presença? Ou aproximar-nos mais do Senhor para achegar outras pessoas a ele?

Marana Tha! Vem Senhor Jesus!

0 comentários:

Postar um comentário