Igreja Armênia proclama mártires às vítimas do genocídio otomano...

Presentes os descendentes das vítimas e representantes de todas as confissões cristãs...
A canonização aconteceu hoje, 24/ABR, comemorando o centenário desse genocídio. Sinos dos templos armênios e alguns das nossas catedrais dobraram 100 vezes lembrando estes novos mártires. Jerusalém, Damasco, Teheran, Nova York, Madri (Almudena), Paris (Notre Dame) e Colônia/Alemanha se uniram a esse toque glorioso.
A celebração religiosa aconteceu na explanada externa da catedral de Echmiadzin, onde se congregaram milhares de fieis chegados de todas as partes. Os restos das vítimas foram reunidos em um ossário coletivo.
No ato religioso estiveram representadas também as diversas igrejas cristãs, incluída a Romana. 
Lembro que dias atrás o Papa Francisco enfureceu o presidente turco Ergodan ao qualificar esse massacre dos armênios como "o primeiro genocídio do século XX". 

Ninguém pode silenciar o sangue dos mártires!

0 comentários:

Postar um comentário