18 a 20/SET: Encontro em Assis pela PAZ...


Alguns acham que estamos vivendo uma3ª Guerra Mundial”, e que os problemas no Oriente Médio e os atentados terroristas são consequência de nosso apetite insaciável de poder e dinheiro.
Em plena Guerra Fria, 1986, o Papa João Paulo II convocou a Assis os líderes mundiais de diversas religiões para rezar pela paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor […] onde houver guerra, que eu leve a paz. Não é fácil!
Depois, caiu o Muro de Berlim, 1989, mas veio o conflito na Bósnia e Herzegovina, 1993. Depois do ataque às Torres Gêmeas, cristãos e muçulmanos pareciam querer se gladiar em nome do próprio Deus.
Desde Caim e Abel a fraternidade entre os povos resulta quase impossível. Entre os povos e as religiões.
Neste ano, trigésimo aniversário daquele primeiro encontro memorável, foi convocado um novo encontro entre os líderes das religiões do mundo, para uma oração conjunta pela PAZ. Convidados? Líderes religiosos e políticos, cientistas e intelectuais, operários e agricultores. Quem quiser e onde viver construa a PAZ!
A pergunta básica: quais são os princípios reconhecidos por todas as religiões para a coexistência pacífica? Qual é o contributo que a política, a ciência e a cultura em geral podem propor para um conjunto de diretrizes focadas na convivência humana?

Quem se compromete com a PAZ diga-o claramente. 

0 comentários:

Postar um comentário