Redução de São Miguel Arcanjo, um tesouro histórico no sul do Brasil...

A missão de São Miguel, levantada em 1687, foi a mais notável dos Sete Povos, tendo sido testemunha de uma civilização florescente e próspera. Em meio às disputas entre a Coroa portuguesa e espanhola, em 1756 foi incendiada e despovoada. No início do século XIX foi saqueada e seus últimos habitantes, dispersos, caíram no mais absoluto abandono. Somente em 1925 suas estruturas passaram a ser recuperadas e valorizadas, sendo inseridas em vários projetos artísticos e históricos.

O Parque atual abriga um Museu com 99 imagens, sendo considerado o maior acervo do Barroco jesuítico guarani no Brasil. E o que temos é apenas um resto do que havia e se salvou da destruição e da rapina interessada mais em vender e lucrar.

As Missões dos jesuítas com os indígenas guaranis é uma história emocionante de vida, cultura e arte que apenas vislumbramos nas ruínas que encontramos.

Quando estive nesse lugar, no silencio daquelas ruínas, chorei ao lembrar a fé bonita e grandiosa daquele povo.  

0 comentários:

Postar um comentário