Arcebispo de Recife critica Temer por hipocrisia em tema de direitos humanos...




O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Antônio Fernando Saburido, divulgou no dia 2/JAN, uma nota pública em que critica a falta de "coerência" do presidente Michel Temer (MDB) em declarar Dom Helder Câmara como patrono brasileiro dos direitos humanos, ao mesmo tempo em que corta direitos e políticas sociais da população mais pobre e vulnerável.
O arcebispo afirma: "Nos surpreendemos pela ambiguidade desse decreto", sancionado no dia 26/DEZ.

"O que significa essa medida vir de um governo que justamente esvaziou a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e comprometeu todo o trabalho que vinha sendo feito na luta contra todo tipo de discriminações? Será que nomear Dom Helder patrono brasileiro dos Direitos Humanos fará o governo voltar atrás da decisão de reduzir substancialmente os gastos públicos em saúde e educação, deixando os milhões de pobres abandonados à própria sorte? Como pensar em Direitos Humanos e relaxar as regras do controle ao trabalho escravo, assim como sujeitar os trabalhadores a regras que lhes são contrárias e que retiram direitos adquiridos na Constituição de 1988? E o que dizer da reforma da Previdência Social pela qual esse mesmo governo pressiona de formas ilícitas para vê-la aprovada?".


Por fim, o atual arcebispo de Olinda e Recife conclama o povo brasileiro a seguir "a luta pacífica pela justiça e pela paz. Assim, como fez Dom Helder Câmara, trabalharemos pelos Direitos Humanos a partir da defesa dos direitos dos pobres, dos trabalhadores, das minorias excluídas e de todo ser vivo."

Os bispos começam a profetizar!

Para ler a nota completa CLIQUE AQUI



0 comentários:

Postar um comentário