Nossa Senhora do Presépio/Roma...



A Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, é o mais antigo Santuário Mariano do Ocidente cristão, cuja construção remonta ao século V, tempo em que o Papa Sisto III (+440)  o mandou erigir em memória da solene proclamação de Maria como "Mãe de Deus" (Theotokos), durante o Concílio de Éfeso em 431. É uma Basílica, uma das mais belas de Roma, dedicada à Maternidade de Maria, ao fato de que o Filho de Deus nasceu de mulher. Basílica dedicada toda ela ao mistério do Natal. 

Não admira, por isso, que nela tenha lugar privilegiado uma Relíquia muito especial, a saber, a da Manjedoura em que, segundo o Evangelho de São Lucas, o Menino foi colocado, envolto em panos, logo depois do seu Nascimento, por isso, um dos títulos originários deste templo foi o de Sancta Maria ad Praesepe, ou seja, Nossa Senhora do Presépio.

A relíquia remonta aos primeiros séculos da era cristã e foi trazida para Roma por peregrinos que regressavam da Palestina, e de Belém em particular. Durante a Idade Média, especialmente com Papa Gregório XI (1370-78), à relíquia foi dada especial dignidade, mas esse relicário foi destruído durante as obras de edificação da atual fachada da Basílica; um outro foi mandado fazer no século XVIII, também destruído durante as invasões napoleônicas (1798-99). Foi então que prontamente se chegou ao atual relicário, que se vê na foto, oferecido pela Duquesa Maria Emanuela Pignatelli, então Embaixadora de Portugal em Roma.

Na Missa da Meia-Noite, o relicário sai do lugar onde normalmente se encontra por baixo do Altar-Mor, e é colocado no centro da Basílica para uma veneração mais fácil dos fieis.

Foi diante desta preciosa Relíquia que Santo Inácio de Loyola, a 25/DEZ/1538, celebrou a sua Primeira Missa, sinal da sua devoção ao Mistério da Encarnação de Deus em Jesus Cristo...

Admiremos e contemplemos...

0 comentários:

Postar um comentário