Como Zaqueu…



Quem viu a fotografia, logo lembrou. Lucas queria ver o Papa Francisco, mas ele era cadeirantee a multidão na sua frente o impedia. Não é fácil ver e ser visto nessas situações.

Mas a fotografia que viralizou nas redes sociais o desmente. Lucas viu o Papa e foi visto por ele. Seus amigos da paróquia se puseram de acordo e quando o Papa Pasa no Papa-móbil seus amigos levantaram-no na cadeira de rodas, e alguém anônimo registrou esse momento de magia e alegria. 

No dia seguinte Lucas ficou famoso. Jornalistas o buscaram e ele pode contar sua história, que agora conhecemos. 

Lembro de Zaqueu, homem de baixa estatura, que querendo ver Jesus subiu num sicómoro (cf. Lc 19), até que Jesus lhe disse: quero ir na tua casa... Algo parecido ocorreu 20 séculos depois nas ruas da cidade de Panama. Esse jovem deficiente queria ver o Papa e as novas tecnologias registraram o acontecido. Zaqueu e Lucas tiveram o mesmo desejo!

Nessa fotografia aparecem o jovem Lucas, 17 anos, e o Papa idoso, 82 anos, sorridentes de alegria pelo encontro mágico realizado. Os olhares são testemunhas disso.Sem a solidariedade dos amigos invisíveis nada teria acontecido.

Milixa Olmedo, mãe de Lucas, é viúva, e voluntária numa capela católica de periferia. Ela disse que Lucas sofre de uma paralisia mista que o impede de andar, falar e mexer uma das mãos. No entanto, ele entende tudo, e se comunica através de um smartphone, com o qual escreve e tem um leitor de voz. Apesar das deficiências evidentes, dona Milixa afirmou que “Deus deu outras coisas” para Lucas, como o dom da música, porque com uma mão ela toca tanto o órgão como um instrumento conhecido como cortina. Além disso, este ano deve se formar no último ano do Ensino Médio. O pai de Lucas morrera um ano atrás. 

Certamente é uma singela fotografia que nos fala da importância da solidariedade humana.

E você, o que sentiu?


0 comentários:

Postar um comentário