Papa Francisco em Panamá...


Papa Francisco pediu aos bispos católicos da América Central imitar o arcebispo Oscar Romeromártir recentemente canonizado, mas por décadas colocado de escanteio pela velha Cúria Romana. A Igreja não pode ficar indiferente diante dos pobres e migrantes, lembrou Francisco, o mundo descarta; Cristo, não!

O Papa concentrou sua fala quase inteiramente em São Romero, arcebispo de Salvador, assassinado a tiros em 1980, por se pronunciar contra a opressão da ditadura militar.

O lema de Dom Romero era “Sentire cum Ecclesia”sentir com a Igreja, frase que se encontra nos Exercícios Espirituais de Santo Inácio. Sentir com a Igreja é contemplá-la como Povo de Deuspastor deve “perceber ‘o odor’ dos homens e mulheres de hoje, até ficar impregnado de suas alegrias e esperanças, de suas tristezas e angústias. Ele disse também aos bispos que o coração do pastor é medido pela sua capacidade de se deixar comover diante de tantas vidas doídas e ameaçadas.

Francisco lembrou também como o assassinato de um padre amigo, o jesuíta Rutílio Grande, marcou a fogo o coração de D. Romero.

O presidente panamenho, Juan Carlos Varela, segundo ele mesmo disse, estudou no nosso Colégio San Javier, de Panamá. 


0 comentários:

Postar um comentário