John Henry Newman (1801-1890) vai ser canonizado...

Cardeal inglês, convertido do Anglicanismo, é considerado uma referência da vida eclesial no século XIX

O Papa aprovou a publicação do decreto que abre caminho à canonização do Beato John Henry Newman (1801-1890), cardeal inglês, convertido do Anglicanismo, considerado como uma referência da vida eclesial no século XIX.

O cardeal John Henry Newman foi beatificado por Bento XVI, 19/SET/2010, em Birmingham (Reino Unido); a sua festa litúrgica celebra-se anualmente a 9 de outubro, data que assinala a conversão do anglicanismo ao catolicismo, em 1845.

Newman é reconhecido como um escritor, pregador e teólogo, a que James Joyce apelidava o “maior dos escritores ingleses em prosa”.

Nascido em Londres, John Henry Newman foi uma das figuras principais do Movimento de Oxford, que procurava aproximar das suas raízes a Igreja Anglicana da Inglaterra, na qual era clérigo.

Após a sua conversão foi ordenado padre católico em Roma, 1847.

Em 1879, com 78 anos de idade, foi criado cardeal por Leão XIII.

A sua autobiografia espiritual “Apologia pro vita sua” (1864) é vista por muitos como a maior obra do género desde as “Confissões”, de Santo Agostinho. Distinguiu-se não só pela piedade e moralidade, mas também pela inteligência espiritual da modernidade, sabendo julgar o que tinha de bom e de mau, dar razões da própria fé e estabelecer um diálogo cordial com a sociedade e a cultura.

Oxalá sua canonização seja um gesto comum com a Igreja anglicana da Inglaterra.


0 comentários:

Postar um comentário