Penoso caminho do autoconhecimento... (cf. A. GRÜN)


Hoje em dia, muitas pessoas ficam fascinadas cedo demais por caminhos da espiritualidade. Pensam que podem seguir estes caminhos, sem antes terem empreendido o penoso caminho do AUTOCONHECIMENTO e do encontro com o seu próprio lado negativo e sombrio. 
Os monges antigos advertiam acerca de uma "espiritualidade irrealista e desmedida". Este excesso facilmente nos leva a fazer o mesmo que aconteceu a Ícaro, que, aproximando-se demasiadamente do sol, caiu por ter construído asas de cera.
De modo semelhante, as asas que nós construímos antes de nos encontrarmos com nossa própria realidade são também simplesmente de cera... O aforismo grego do templo de Delfos "Conhece-te a ti mesmo...(grego: γνωθι σε αυτόν) é a melhor entrada nesta empreitada. É isso não se consegue sem muita dor. Talvez isto explique a quantidade de jovens que entram na vida religiosa e pouco tempo depois a abandonam. Sem a graça de Deus e um certo realismo, este caminho se torna árduo e ingrato!

E você o que pensa?



0 comentários:

Postar um comentário