Pe. Matteo Adami SJ (1576-1663), mártir de Jesus no Japão, a caminho dos altares...


Se reabre o processo de beatificação do Pe. Matteo Adami, jesuíta italiano, martirizado brutalmente em Nagasaki, Japão, no ano de 1633.

Matteo entrou no Noviciado da Companhia de Jesus quando tinha 19 anos de idade. Estudou filosofia e teologia no  Colégio Romano, Roma. Também esteve na Universidade de Coimbra, onde aprendeu bem a língua portuguesa. Estamos no tempo do Pe. Geral Cláudio Aquaviva (1543-1615). 

Em 1602, o Pe. Giovanni Matteo Adami embarcou no porto de Lisboa rumo à Índia e ao Japão. Foram anos difíceis, pela perseguição levantada contra os cristãos.
No ano de 1632 encontramos o Pe. Adami em Osaka. Um ano depois, traído por quem o hospedava, foi martirizado pendurado pelos pés numa fossa de fezes. Era o dia 22 de outubro de 1633.

Quase 400 anos depois, tirada a poeira da história, Macerata, sua cidade natal comemora a vida heroica deste jesuíta discípulo de Jesus e pede sua canonização. 


0 comentários:

Postar um comentário