Aporofobia nada evangélica...





Como me comporto com os migrantes? Trato todos do mesmo modo? Provavelmente não, se seguimos o modelo imposto pelo governo atual. Os estrangeiros ricos (Americanos, Japoneses, Australianos...) são bem-vindos ao país, e não precisam de visto de entrada. Os outros? Bem, os outros, aqueles que não tem dinheiro são recebidos com dificuldade. Hummm, esquecemos que a maioria de nós chegamos ao Brasil uns antes e outros depois, e provavelmente também sem muito dinheiro.

O que incomoda não são os turistas, mas os `migrantes pobres´, e isso acontece em todas as partes: Estados Unidos levanta um muro para os mexicanos não entrar, e alguns países de Europa fecham suas fronteiras aos africanos... 

Quando fui no México percebi que as pessoas que vinham da Europa entravam por portas diferentes dos que vínhamos da América Latina.

Isso é a `aporofobia´, aversão ao pobre, do grego áporos: pobre, e fobia: aversão, repugnância, ódio.

O Evangelho de Jesus diz que todos somos irmãos mas o pobre é o próprio Jesus. E a `aporofobia´, além de não ser humana, também não é evangélica.  


E você o que pensa?


0 comentários:

Postar um comentário