Beatificação de Benigna Cardoso, de Santana do Cariri/CE...


Benigna Cardoso da Silva (1928-1941), nasceu em Santana do Cariri/CE, (hoje 17.000 hab.) será beatificada no dia 21/OUT/2020. O rito da celebração, com a presença do Cardeal Angelo Bucciu, Prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, vai ocorrer na Catedral de N. S. da Penha, em Crato

Benigna, considerada “heroína da castidade”, será a primeira beata nascida no Ceará. E a promulgação do decreto, no qual o Papa Francisco autoriza a beatificação dela, aconteceu em 2/OUT/2019.

“É um motivo de grande alegria para todos nós. E, em contato com Roma, resta-nos preparar a celebração”, disse Dom Gilberto.
Aos doze anos, Benigna passou a ser abordada por Raimundo Alves Ribeiro, conhecido como "Raul", um menino de mesma idade e residente na vizinhança do Sítio Oitis, que tinha intenções amorosas para com ela. Benigna, que não estava interessada em iniciar um relacionamento amoroso, o rejeitou. Raul sacou de um facão que trazia consigo e a golpeou quatro vezes. O primeiro golpe cortou três dedos da mão direita da menina, que esboçou um gesto automático de defesa. O segundo atingiu a testa; o terceiro, os rins; e o quarto e fatal, no pescoço, que praticamente a degolou.
Cinquenta anos depois, Raimundo retornou ao local do crime, que se tornara alvo de peregrinações, e expôs publicamente o seu arrependimento. 
Morreu martirizada, às 4 horas da tarde, no dia 24/OUT/1941, no sitio Oiti. 
A Diocese de Crato iniciou em 2011, setenta anos após a morte de Benigna, as pesquisas para abertura do seu processo de beatificação, agora a provado pelo Papa Francisco. 
Deus seja louvado!


0 comentários:

Postar um comentário