Falemos sobre o amor...



Falar sobre o amor não tem graça, o importante é senti-lo e implementá-lo, mas isso é perigoso. O amor é a mais universal e a mais misteriosa das energias cósmicas, e apesar dos fracassos pessoais e das repressões sociais, ele está em todo lugar. 

Mas, o que é o amor? Pura química entre dois corpos? A sexualidade que une corpos e almas é sinal de outra comunhão maior em âmbito universal da matéria com o Espírito. Mas, há também uma possibilidade infernal: fechar-se na volúpia e no erro de que estamos sozinhos no mundo. Ilusão enganosa e perigosa. Eu já conheci pessoas que tinham medo de amar...

O amor depende de 3 elementos: um EU, um TU e Deus. É Deus quem fecunda as subjetividades criando algo maior: outro ser ou outra proposta idealizadora. O melhor sempre acontecerá; depois do amor vem a adoração...

Ah! Adorar significa perder-se no insondável, mergulhar no inesgotável, gozar a paz no incorruptível, até Ele aparecer um dia envolto na Glória do mundo. SER, AMAR, ADORAR três formas de sentir o amor...

Você já percebeu como o amor dói? Mas, sem Deus o amor cansa e não vinga...

O amor é um mistério!

O que mais poderíamos dizer?


0 comentários:

Postar um comentário