Justiça, embora tardia...


Os fatos ocorreram em 16/NOV/1989, quando um grupo de militares salvadorenhos executou cinco jesuítas, espanhóis, que trabalhavam na Universidade Centro-Americana (UCA), Ellacuria como Reitor e os outros como professores, também mataram a mulher e a filha de 15 anos de um dos guardas da universidade. Um crime bárbaro que tentaram colocar debaixo do tapete.

 

Montano ocupava então o cargo de vice-ministro de Segurança Pública de El Salvador na época, e fazia campanha ostensiva contra a ordem os jesuítas, acusando-os de subversivos.

 

30 anos já se passaram e só agora um dos responsáveis foi condenado...

 

Justiça, embora tardia!

0 comentários:

Postar um comentário