17- Discípulos de Jesus

Oração Inicial. (de mãos dadas, olhos fechados, cada um faz no silêncio do seu coração sua prece). Alguém reza em voz alta: Ensina-nos a procurar-Te, Senhor e Te mostrar àqueles que Te procuram, pois não podemos Te procurar se Tu não nos ensinas, nem Te encontrar se Tu não Te mostras. Que nos Te busquemos desejando e Te desejemos buscando. Que nos Te encontremos amando e Te amemos encontrando. Amem (Anselmo de Aosta: Proslogion)

Graça a pedir: Pedir a graça de ser discípulo e missionário...

Ler com fé Mt 10, 16-23 (Como ovelhas no meio de lobos...)

Partilha da oração destes dias passados...

Tema da reunião: Seguidores de Jesus (J.A. Pagola)
Quando Jesus soube que o Batista tinha sido preso, abandonou a sua aldeia de Nazaré e foi para as margens do lago da Galiléia iniciar a sua missão. A sua primeira afirmação não tem nada espetacular.

Não realiza um milagre; simplesmente chama alguns pescadores que respondem imediatamente à sua voz: "Sigam-me".

Assim começa o movimento de seguidores de Jesus. Aqui está o germe humilde do que um dia será a sua Igreja. Aqui é manifestada pela primeira vez a relação que deve se manter sempre viva entre Jesus e aqueles que acreditam nele. O cristianismo é, acima de tudo, o seguimento de Jesus Cristo.

Isto significa que a fé cristã não é apenas a adesão doutrinária, mas a conduta e a vida marcada pela nossa vinculação com Jesus. Acreditar em Jesus Cristo é viver o seu estilo de vida, animados pelo seu Espírito, colaborando em seu projeto do Reino de Deus e carregando a sua cruz para compartilhar a sua ressurreição.

A nossa tentação é sempre querer ser cristãos sem seguir Jesus, reduzindo a nossa fé a uma afirmação dogmática ou a um culto a Jesus como Senhor e Filho de Deus. No entanto, o critério para verificar se cremos em Jesus como o Filho encarnado de Deus é só verificar se o seguimos.

A adesão a Jesus não é apenas admirá-lo como homem ou adorá-lo como Deus. Quem o admira ou o adora, ficando pessoalmente fora, sem descobrir Nele a exigência para lhe seguir de perto, não vive a fé cristã de maneira integral. Somente aquele que segue Jesus se coloca na verdadeira perspectiva para compreender e viver autenticamente a experiência cristã.

No cristianismo hoje vivemos uma situação paradoxal. Pertencem à Igreja não apenas aqueles que seguem ou tentam seguir Jesus, mas também aqueles que não se preocupam em absoluto de caminhar trás os seus passos. Basta ser batizado e não quebrar a comunhão com a instituição para pertencer oficialmente à Igreja de Jesus, mesmo sem jamais ter se proposto o seu seguimento.

A primeira coisa que devemos escutar de Jesus nesta Igreja é o seu convite a segui-lo sem reservas, libertando-nos das ataduras, covardias e desvios que nos impedem de caminhar atrás dele. Estes tempos de crise podem ser a melhor oportunidade para corrigir o cristianismo e mover a Igreja na direção de Jesus.

Devemos aprender a viver nas nossas comunidades e grupos cristãos de forma dinâmica, com os olhos fixos Nele, seguindo os seus passos e colaborando com Ele na humanização da vida. Iremos curtir da nossa Fe de uma nova maneira.

Para partilhar: Quais suas dificuldades e alegrias no seguimento de Jesus?

 Avaliação:
  • Como se sentiu nesta reunião?
  • O que Deus lhe ensinou e leva para sua vida?

Dever de casa:
Rezar o evangelho de cada dia pela liturgia diária.

0 comentários:

Postar um comentário