18 – Reunião: Exame Cotidiano de Consciência

1. Oração inicial: Espírito Santo dai-me um coração grande: aberto a vossa silenciosa palavra inspiradora e fechado a toda ambição mesquinha. Um coração desejoso de tornar-se semelhante ao coração do Senhor Jesus e forte, capaz de superar todas as provações, todo cansaço, toda ofensa para amar a todos, servir a todos e sofrer por todos. Amém (Paulo VI)

2. Graça a pedir: Perceber por onde Deus me leva...

3. Ler: Sl 139/138 (Tu me conheces quando estou sentado...) 

4. Partilha da oração destes dias

5. Tema: Exame de Consciência (praticá-lo antes de dormir)
A Trindade nos conduz. A Trindade está constantemente conduzindo cada pessoa para a união consigo, em e através de Cristo. “Ninguém pode vir a Mim se o Pai que me enviou não o atrair”. Esta atração a sentimos em nossos corações e é marcada em nossos sentimentos, desejos e urgências. Isto acontece com todo mundo – os bons e os maus. Mesmo o pior dos pecadores está sendo atraído por Deus. Se temos ou não conhecimento disso, se fechamos ou não os nossos corações é outro assunto, mas Deus sempre nos atrai.

A revelação de Deus acontece mais nos nossos sentimentos e humores interiores do que nas diferentes idéias. Se queremos encontrar Deus mais intimamente, precisamos deixar o Senhor nos atrair. Deus nos atrai pessoalmente, estando presente no nosso ser, nos sentimentos, impulsos e desejos. Contudo, existe outro lado nisso: nossa natureza pecadora também registra em nossos sentimentos, humores, impulsos e desejos.

Podemos até achar difícil entrar em contato com nossos sentimentos, mas talvez nossos condicionamentos nos empurram para o lado oposto, isto é não dar atenção aos nossos sentimentos.
O objetivo de nossas vidas é a santidade, completa união com Deus.

Não falamos aqui sobre sentimentos superficiais, mas sim de movimentos no âmago de nosso ser, no fundo de nosso coração, lá onde reside (ou não!) a palavra de Deus. Se nos mantemos fora desta área, estaremos perdendo o que o Espírito diz e não construiremos nosso ser verdadeiro, pois é a este nível que tomamos nossas decisões, descobrimos nossa relação com Deu e construímos nossa verdadeira identidade. É nesse nível que descobrimos o que tem de ser encarado, interpretado e decidido.

A primeira vez que me rendi consciente e totalmente a Deus foi num momento de convicção e quando experimentei, talvez até com medo, muita alegria e paz no mais profundo do meu ser. Mas quando minha experiência interior presente não encaixa no patamar de minha experiência profunda de Deus, então experimento angústia e ansiedade. Não é do Senhor.

Um dos melhores instrumentos para manter contato com o eu verdadeiro além da Eucaristia é o Exame de Consciência não como um momento para ver as faltas particulares ou se cresci numa virtude particular, mas sentir e perceber como o Senhor me atraiu neste dia.

Existem duas forças trabalhando em nós: Uma boa, de Deus e outra má, e não de Deus.
O Exame como exercício diário de discernimento me ajuda a encontrar Deus em todas as coisas.

Diariamente o Senhor me convida a aprofundar e desenvolver minha identidade. Cada dia devemos fazer o Exame, como cristão atraído pelo Senhor.

O Exame cotidiano de consciência. Lembremos dos cinco passos do Exame: 1. Agradecimento; 2. Iluminação (pedir clareza); 3. Exame; 4. Contrição e arrependimento; 5. Decisão.

1. Começa o exame com um agradecimento, pois estamos diante do Senhor. Tudo é dom e graça e esta consciência pode nos mudar. Agradeço pelos dons recebidos no dia de hoje.
2. Pedir a luz do Espírito Santo (iluminação). Permiti a Deus me dirigir neste dia? Senti Deus presente nos seus dons: Paz, Paciência, Gentileza, Amor, Alegria, Bondade, Fidelidade e Auto-controle?
3. Exame. Não contabilizar os fracassos. As perguntas podem ser: O que aprendi hoje sobre o Senhor e seus caminhos? Como encontrei hoje o Senhor? Sai de mim mesmo e ajudei alguém?...
4. Contrição e Arrependimento. Minha consciência de ser limitado levanta em mim o desejo de sempre recomeçar no seguimento de Jesus. Arrependo-me de minhas atitudes inadequadas...
5. Decisões de esperança para o futuro. Renovo minha aliança com o Senhor e fico cheio de esperança por me sentir amado gratuitamente por Ele. A Trindade santa me atrai para si.

Avaliação da Reunião. Como me senti? O que Deus está me ensinando?

Dever de casa:
  • Rezar o evangelho de cada dia, pela liturgia diária.
  • Fazer o Exame todos os dias, antes de dormir, por 10 min.

0 comentários:

Postar um comentário