Rezemos na véspera do encontro Rio +20...

CONTEMPLAR...
A. Contexto como preparação da jornada: A Encarnação: ¨As três Pessoas divinas, contemplando a toda a humanidade tão dividida pelo pecado, decidem entregar-se completamente aos homens para libertá-los de todas as suas amarras. Por amor, o Verbo se encarnou e nasceu de Maria, a Virgem pobre de Nazaré.  

Inserido assim entre os pobres, e compartilhando com eles sua condição, Jesus convida todos a nos entregarmos continuamente a Deus e a trabalhar pela união da família humana. Esta entrega de Deus aos homens e dos homens a Deus continua realizando-se até hoje, sob a moção do Espírito Santo, em todas as nossas diversas circunstâncias particulares.” (Princ. Gerais . CVX. No. 1).

B. Frase-chave: “Venha, pois, o Filho, enviado pelo Pai, que nos escolheu n’Ele antes da criação do mundo, e nos predestinou à adoção dos filhos, porque n’Ele será contemplado a restaurar todas as coisas (cf. Ef., 1, 4-5 y 10)” (Lumen Gentium No. 3).

C. Texto- base para a reflexão pastoral: “As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de nosso tempo, especialmente dos pobres e de todos os que sofrem, são também alegrias e esperanças, tristezas e angústias dos discípulos de Cristo. Não há nada verdadeiramente humano que não encontre eco em seu coração. A Comunidade Cristã é formada por homens que, reunidos em Cristo, são guiados pelo Espírito Santo em sua peregrinação rumo ao reino do Pai… A igreja se sente íntima e realmente solidária do gênero humano e sua história.” (Gaudium Et Spes No. 1).

“Sempre se esforçou o homem com seu trabalho e com sua criação a aperfeiçoar a vida; mas hoje em dia, graças à ciência e à técnica, conseguiu expandir e continua expandindo a área de seu domínio sobre quase toda a natureza. Por causa disso um grande número de bens que antes o homem esperava alcançar principalmente das forças superiores, hoje os obtêm por si mesmo. Diante deste gigantesco esforço que afeta todo o gênero humano, surgem entre os homens muitas perguntas. Qual o sentido e o valor desta atividade? Qual o a finalidade de todas essas coisas? A que direção devem dirigir-se os esforços dos indivíduos e das coletividades?” (Gaudium Et Spes No. 33).

D. Guia de reflexão:
- Quais são nossas primeiras reações e percepções sobre o tema ecológico? O quanto entendemos e sentimos sobre esse tema?
- Como cristãos membros da família inaciana, quanto falta para assumirmos esse tema como uma prioridade inevitável em nossa identidade e como fazer para integrá-lo seriamente?
- Como comunidades inacianas e como pessoas, que propostas concretas recebemos do Deus da Vida sobre a temática ambiental? O que podemos fazer a respeito?

Oração final: Louvado seja por toda criatura, meu Senhor, e em especial seja abençoado pelo irmão sol, que ilumina, e abre o dia, e é belo em seu esplendor, e carrega pelos céus a notícia de seu autor. Não provarão a morte da condenação! Sirvam-nos com ternura e humilde coração. Agradeçam suas dádivas, cantem sua criação. Todas as criaturas, abençoadas pelo meu Senhor. Amém. (São Francisco de Assis).
NB. Novas orações: 20, 21 e 22/JUN

0 comentários:

Postar um comentário